Python: O poder da linguagem, diversidade e mercado de trabalho
Python: O poder da linguagem, diversidade e mercado de trabalho
Talk: Python: O poder da linguagem, diversidade e mercado de trabalho Desenvolvimento
#CPWeekend #CPRecife5 #INOVACAO #COMUNIDADES
Mais informações
Descrição:

Python é uma linguagem de programação alto nível, gratuita e de código aberto que atualmente vem ganhando espaço nos mais variados tipos de aplicações (Desenvolvimento Web, Científico, Ensino, etc), grandes empresas e startups. Não é a toa que Python vem sendo utilizado no Google, Dropbox, Instagram, Globo.com, Facebook, Pinterest, Netflix, Magazine Luiza, Catho, Governo Federal e muitas outras.

Um dos poderes do Python é a sua comunidade e protagonismo no empoderamento das mulheres na tecnologia e programação. Nesta palestra iremos apresentar casos de sucesso, recursos/aplicações da linguagem, como incluir e manter mulheres na tecnologia e porque todos deveriam aprender Python.


Palestrantes:

Lidiane Monteiro
Fundadora do Blog InspirAda na Computação e Articulista da Revista iMasters. Estudante de Licenciatura em Computação na UFRPE, Padawan de Desenvolvimento, apaixonada por Python e faz estágio Profissional na FUNDAJ. Co-coordenadora de Mídias Socais da Python Brasil e co-fundadora de comunidades em Recife para incentivar mulheres: Women Who Code, PyLadies, Django Girls, JS4Girls.


Débora Azevedo:
Graduanda no Bacharelado em Tecnologia da Informação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Graduada em Letras - Inglês também pela UFRN. Técnica em Informática e em Redes de Computadores pelo IFRN. Membro do PyLadies Natal, primeiro grupo PyLadies no Brasil, desde sua formação. Há 2 anos ministra cursos de Python e palestra sobre diversidade na área tecnológica.

Gabriela Cavalcanti
Estudante de Ciência da Computação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte e Técnica em Informática pelo IFRN. Entusiasta Python desde a primeira vez que ouvi falar sobre a linguagem. Apaixonada por ações sociais, software livre e empoderamento feminino. Sou uma das cofundadoras do PyLadies Brasil e do grupo regional, PyLadies Natal.


Nível:

Iniciante

Comentários

Lembre-se que para comentar você deve participar da atividade.

Sobre esta atividade