Cookies disclaimer

I agree Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies, que são necessários para seu funcionamento e necessários para alcançar os propósitos ilustrados na política de cookies. Se quiser saber mais ou retirar o seu consentimento para todos ou alguns dos cookies, consulte a política de cookies. Ao fechar este banner, deslocando esta página, clicando em um link ou continuando a procurar de outra forma, você concorda com o uso de cookies.

Campuse.ro
Economia Circular de Resíduos Eletroeletrônicos #CPBA
Economia Circular de Resíduos Eletroeletrônicos #CPBA
Talk: Economia Circular de Resíduos Eletroeletrônicos #CPBA Empreendedorismo
#CPBA #FEELTHEFUTURE
Mais informações
Descrição:

O modelo econômico “extrair, transformar, descartar” da atualidade depende de grandes quantidades de materiais de baixo custo e fácil acesso, além de energia. Esse modelo está atingindo seus limites físicos. Uma economia circular é uma alternativa atraente e viável que as empresas já começaram a explorar. Princípios: A economia circular oferece diversos mecanismos de criação de valor dissociados do consumo de recursos finitos. Em uma economia circular verdadeira, o consumo só ocorre em ciclos biológicos efetivos. Afora isso, o uso substitui o consumo. Os recursos se regeneram no ciclo biológico ou são recuperados restaurados no ciclo técnico. No ciclo biológico, os processos naturais da vida regeneram materiais, através da intervenção humana ou sem ela. No ciclo técnico, desde que haja energia suficiente, a intervenção humana recupera materiais e recria a ordem em um tempo determinado. A manutenção ou o aumento de capital têm características diferentes nos dois ciclos. A economia circular fundamenta-se em três princípios, cada um deles voltado para diversos desafios relacionados a recursos e sistêmicos que a economia industrial enfrenta. Princípio 1: Preservar e aumentar o capital natural controlando estoques finitos e equilibrando os fluxos de recursos renováveis. Princípio 2: Otimizar a produção de recursos fazendo circular produtos, componentes e materiais no mais alto nível de utilidade o tempo todo, tanto no ciclo técnico quanto no biológico. Princípio 3: Fomentar a eficácia do sistema revelando as externalidades negativas e excluindo-as dos projetos.



Palestrantes:

Alexandre Siqueira Mesquita é administrador de empresas, coordenador-geral de articulação do Departamento de Inclusão Digital da Secretaria de Telecomunicações do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. Participou da fundação do primeiro Centro de Recondicionamento de Computadores, em Porto Alegre – RS. Grande incentivador e ativista da inclusão digital e social no Brasil.



Ronaldo Stabile é diretor e fundador da Recicladora Urbana, importante empresa de logística reversa de resíduos eletrônicos do Brasil. Representará a Ellen MacArthur Foundation, líder no pensamento global do conceito de economia circular.



Vilmar Simion é fundador e coordenador da ONG Programando o Futuro e Presidente da Associação Brasileira de Reciclagem e Inovação.





José Avando Sales é Economista, Diretor Geral da Associação Telecentro de Informação e Negócios.



Mamede Lima-Marques cursou eletrônica no Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais. DEA en Informatique e Doutorado em Ciência da Computação pela Université Toulouse III Paul Sabatier, França. Pós-doutorado no Centro de Lógica, Epistemologia e História da Ciência – UNICAMP. Atualmente é professor titular da Universidade de Brasília, Faculdade de Ciência da Informação. Fundador e diretor do Centro de Pesquisa em Arquitetura da Informação - CPAI (FCI/UnB).



Nível:

Iniciante

Comentários

Lembre-se que para comentar você deve participar da atividade.

Sobre esta atividade