Cookies disclaimer

I agree This website or its third party tools use cookies, which are necessary to its functioning and required to achieve the purposes illustrated in the cookie policy. If you want to know more or withdraw your consent to all or some of the cookies, please refer to the cookie policy. By closing this banner, scrolling this page, clicking a link or continuing to browse otherwise, you agree to the use of cookies.

Campuse.ro
Ondas Gravitacionais - A Descoberta do Século!
Ondas Gravitacionais - A Descoberta do Século!
Talk: Ondas Gravitacionais - A Descoberta do Século! Astronomy / Aerospace
#CPBR10 #CAMPUSEIROCURADOR
More Information
Description:

O anúncio do grupo de pesquisadores do Laser Interferometer Gravitational-Wave Observatory (Ligo) sobre a detecção das ondas gravitacionais representa o início de uma nova era para a astronomia. Alguns compararam a comprovação da teoria com o momento em que Galileu observou os planetas com um telescópio.Antes de começar a ser detectada as ondas gravitacionais, olhar para o Universo era como assistir uma orquestra sem som.
As ondas gravitacionais foram detectadas em 14 de setembro de 2015, às 6h51 (horário de Brasília) pelos detectores gêmeos do Observatório Interferométrico de Ondas Gravitacionais LIGO (do inglês Laser Interferometer Gravitational-wave Observatory), localizados em Livingston, Louisiana, e Hanford, Washington, nos Estados Unidos.

De acordo com a relatividade geral, um par de buracos negros orbitando entre si perde energia através da emissão de ondas gravitacionais, fazendo-os se aproximarem gradativamente ao longo de bilhões de anos e bem mais rápido nos minutos finais. Durante a fração final de segundo, os buracos negros colidem um contra o outro com velocidade aproximadamente igual à metade da velocidade da luz e formam um buraco negro mais massivo, convertendo em energia uma porção da massa total do par, de acordo com a fórmula de Einstein E=mc2. No caso do sistema descoberto, cerca de três vezes a massa do Sol foram convertidas, de forma explosiva, em energia na forma de ondas gravitacionais. Foram estas ondas gravitacionais que o LIGO observou.
O pesquisador brasileiro Odylio Aguiar e os demais pesquisadores do INPE que participam do projeto LIGO são coautores do trabalho Observation of Gravitational Waves from a Binary Black Hole Merger, publicado pela Physical Review Letters.


Speakers:

Odylio Denys de Aguiar - Possui graduação em Eletrônica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica, mestrado em Astrofísica pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais e doutorado em Física - Louisiana State University System. Atualmente é pesquisador titular do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. Tem experiência na área de Física, com ênfase em Relatividade e Gravitação Experimental, atuando principalmente nos seguintes temas: ondas gravitacionais, detecção de ondas gravitacionais, detector Mario Schenberg, projeto LIGO. Participou em 1986 da análise dos dados do primeiro experimento mundial de coincidência entre detectores de ondas gravitacionais criogênicos do tipo barra.Participou, dentro da Colaboração Científica LIGO (LSC), da primeira detecção de ondas gravitacionais, ocorrida em 14 de setembro de 2015 e anunciada em 11 de fevereiro de 2016.


Level:

Intermediary

Comments

Remember that to comment you must participate in the activity.

About this activity