Cookies disclaimer

I agree This website or its third party tools use cookies, which are necessary to its functioning and required to achieve the purposes illustrated in the cookie policy. If you want to know more or withdraw your consent to all or some of the cookies, please refer to the cookie policy. By closing this banner, scrolling this page, clicking a link or continuing to browse otherwise, you agree to the use of cookies.

Campuse.ro
Por que Nanotecnologia? A improvável relação de tecnologias altamente inovadoras e a Agricultura
 Por que Nanotecnologia? A improvável relação de tecnologias altamente inovadoras e a Agricultura
Talk: Por que Nanotecnologia? A improvável relação de tecnologias altamente inovadoras e a Agricultura Other
#CPBR10 #INOVACAO
More Information
Description:

A Nanotecnologia engloba um conjunto de inovações disruptivas com aplicações em inúmeras áreas, da nanoeletrônica à medicina. Porém um grande conjunto de aplicações na agricultura vêm surgindo com um potencial impacto para a realidade brasileira. Assim, novos sensores, liberação controlada de insumos, nanomedicamentos veterinários, entre outras idéias, têm sido desenvolvido com resultados promissores. Em muitos casos, estas tecnologias podem explorar a grande demanda por inovação do agronegócio, que corresponde a aproximadamente 30% de toda a atividade econômica brasileira. Assim, nesta palestra mostraremos uma visão de como empreendedores podem cooperar para que estas inovações se realizem, tanto na produção em si quanto nas oportunidades que tecnologias convergentes podem explorar economicamente.


Speakers:

Prof. Caue Ribeiro - Engenheiro de Materiais (1999) e doutor em Química (2005) pela Universidade Federal de São Carlos. Pesquisador A da EMBRAPA Instrumentação e orientador no Programa de Pós Graduação em Quimica da UFSCar. Bolsista de Produtividade em Pesquisa 1-D do CNPq. Atualmente exerce a função de Chefe Adjunto de Transferência de Tecnologia da Embrapa Instrumentação. Membro do Comitê Interministerial de Nanotecnologia (MCTI). É coordenador da Rede de Pesquisa em Nanotecnologia para o Agronegócio - Rede AgroNano - mantida pela Embrapa para articulação de cerca de 150 pesquisadores ao todo de várias unidades da Embrapa e Universidades https://www.embrapa.br/nano). Orientou 9 teses de doutorado e 14 dissertações de mestrado, e atualmente orienta 10 teses de doutorado. Publicou cerca de 125 artigos em periódicos indexados, 5 capítulos de livros, dois livros editados e registrou cinco patentes


Level:

Beginner

Comments

Remember that to comment you must participate in the activity.

About this activity