Cookies disclaimer

I agree This website or its third party tools use cookies, which are necessary to its functioning and required to achieve the purposes illustrated in the cookie policy. If you want to know more or withdraw your consent to all or some of the cookies, please refer to the cookie policy. By closing this banner, scrolling this page, clicking a link or continuing to browse otherwise, you agree to the use of cookies.

Campuse.ro
O que a Universidade tem para uma startup? #CPBR11
O que a Universidade tem para uma startup? #CPBR11
Talk: O que a Universidade tem para uma startup? #CPBR11 Entrepreneurship
More Information
Description:

Nesta palestra Naira da AUSPIN e Luli, professor da ECA-USP mostrarão que a UNiversida pode ser um bom lugar para se começar a empreender.



Speakers:

Naira Bonifácio - estudou marketing na EACH/USP, e trabalhou em Boston na ponte entre o mercado e o conhecimento acadêmico no estado de Massachusetts. Atuou nos últimos anos como CEO de uma empresa que utiliza a luz em tratamentos contra a dor, a Bright Photomedicine - tudo com tecnologia produzida a partir de pesquisas acadêmicas brasileiras. Aqui no Brasil, trabalha na Agência USP de Inovação, que cumpre o papel de transformar o conhecimento produzido na academia em produtos acessíveis para a sociedade. e hoje é a atual Vice-Presidente da SciBr Foundation, uma non-profit que tem como missão conectar e fortalecer a inovação tecnológica entre Brasil e os EUA.



Luli Radfahrer - é professor associado da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. Possui graduação em Publicidade e Propaganda pela Universidade de São Paulo (1991), mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (1998) e doutorado em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (2002). Tem vasta experiência na área de Comunicação, com ênfase em Comunicação Digital, Design de Interfaces, Experiência do Usuário e comportamento social em redes Interativas, atuando principalmente nos seguintes temas: Comunicação Digital e seus impactos na sociedade; Educação, tecnologia e ensino à distância; Interfaces Naturais e Inclusão Digital; Interação Humano-Computador; Inovação; Design de interfaces digitais; e Dinâmica de comunidades online. Defendeu recentemente sua Livre-docência na ECA-USP sob o título "Datacracia", em que estuda os impactos de redes sociais e cidades inteligentes no comportamento contemporâneo. Em seu último livro, Enciclopédia da Nuvem, compila e analisa mais de 550 ferramentas e serviços de computação em nuvem. Escreve coluna semanal sobre os impactos da tecnologia digital na sociedade para o jornal Folha de S. Paulo. Assina duas colunas semanais em rádio: "Datacracia", na Rádio USP; e "Rede Social", na Rádio Bandeirantes.



Fernanda Monteiro - é pesquisadora independente de tecnologias de impacto social, fotógrafa e artista digital, cujo campo de pesquisa abrange filosofia, urbanismo, neuropsicologia e sociologia através das perspectivas tecnopolíticas e intersecções sociais. Interessada em multisensorialidade, exploração urbana periférica, feminismos e inteligência artificial, apaixonada por criação e mudança e semeadora de diversas iniciativas em tecnologia focadas em diversidade étnica e de gênero, em especial Marialab e InfoPreta. Atualmente trabalha na Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia (SMIT) na coordenação de operações e projetos da Rede Fab Lab Livre SP.



Level:

Beginner

Comments

Remember that to comment you must participate in the activity.

About this activity