Cookies disclaimer

I agree This website or its third party tools use cookies, which are necessary to its functioning and required to achieve the purposes illustrated in the cookie policy. If you want to know more or withdraw your consent to all or some of the cookies, please refer to the cookie policy. By closing this banner, scrolling this page, clicking a link or continuing to browse otherwise, you agree to the use of cookies.

Campuse.ro
VAI TER Encontro de Inspiração: Mulheres no Topo # CPBR11
VAI TER Encontro de Inspiração: Mulheres no Topo # CPBR11
Talk: VAI TER Encontro de Inspiração: Mulheres no Topo # CPBR11 Entrepreneurship
More Information
Description:

Empreendedorismo fluindo das periferias para o mundo.



Speakers:

Adriana Barbosa -  Presidente do Instituto Feira Preta ,formada em gestão de eventos com especialização em gestão cultural pelo Centro de Estudos Latino-Americanos sobre Cultura e Comunicação (CELACC) da ECA – USP. Idealizadora da Feira Preta, que debutou em 2016. Há 15 anos, Adriana percebi que, enquanto a economia brasileira se desenvolvia, também se desenvolvia o poder do “Black Money” por aqui, que é o dinheiro produzido por negros e negras e que circula entre negros e negras. Apostei em uma ideia bastante óbvia, mas que ainda não tinha sido devidamente trabalhada: um empreendimento econômico-cultural com caráter étnico. Com pouco mais de 20 anos de idade, criei a maior feira de cultura negra da América Latina, a Feira Preta, que é o espelho vivo das tendências afro-contemporâneas do mercado e das artes, além de ser o espaço para valorizar iniciativas afro-empreendedoras de diversos segmentos. Em 15 anos, o evento percorreu as cidades de São Paulo, Tietê, Rio de Janeiro, São Luiz do Maranhão e Brasília, movimentando cerca de R$ 4,5 milhões como resultado da venda de produtos e serviços. Como prêmio e reconhecimento por este trabalho, recebeu a condecoração de comendadora pela Ordem de Mérito Rio Branco (Ministério de Relações Exteriores) e o Troféu Zumbi dos Palmares (Assembleia Legislativa do Estado de SP). Em 2012 foi uma das primeiras representantes da América Latina a participar do programa Global Women's Leadership Network (GWLN) da Santa Clara University nos EUA - Califórnia. Recebeu prêmios - Brasil Criativo e Idéias Criativas, do Ministério da Cultura, foi uma das finalistas do Prêmio Generosidade (Editora Globo). Como empreendedora social, passou pelas principais Aceleradoras de Negócios Sociais no Brasil, tais como Artemisia, Quintessa, e Nest e em 2016 ficou em segundo lugar da primeira edição do Inova Capital – Programa de Apoio a Empreendedores Afro-Brasileiros uma iniciativa do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e Endeavor.



Michele Fernandes -  é inquieta. Enquanto mulher negra não se sentia representada nos padrões estéticos e nem no mercado em geral. Queria ver uma transformação e foi ela mesma promover uma: pegou suas economias que eram R$150, comprou alguns tecidos e começou a vender turbantes. Hoje, 5 anos depois, ela está à frente da Boutique de Krioula (BK) – moda afro, brincos e turbantes. Seu trabalho contribui para o aumento da representatividade negra no mercado estético.



Jucileide Dias 



Jennifer Rodrigues 



 



Level:

Beginner

Comments

Remember that to comment you must participate in the activity.

About this activity