Cookies disclaimer

I agree This website or its third party tools use cookies, which are necessary to its functioning and required to achieve the purposes illustrated in the cookie policy. If you want to know more or withdraw your consent to all or some of the cookies, please refer to the cookie policy. By closing this banner, scrolling this page, clicking a link or continuing to browse otherwise, you agree to the use of cookies.

Campuse.ro
Mulheres Creators: O Poder do Coletivo #CPBR12
Mulheres Creators: O Poder do Coletivo #CPBR12
Talk: Mulheres Creators: O Poder do Coletivo #CPBR12 Other
More Information
Description:

Levando em conta nosso DNA e propósito selecionamos mulheres creators que saem desse ambiente comum "do eu” na internet e dão voz à outras mulheres explorando o poder do coletivo para debater em um talk da Academia Creator na Campus Party.

O coletivo e a sororidade estão ganhando mais espaço na narrativa feminina? Como usar vozes diversas para produzir conteúdo?

Diversidade de vozes faz sentido para audiência e impacta no modelo de negócio dos creators? Esses são questionamentos que imaginamos abastecer nossas trocas com as participantes do talk.    



Speakers:

Laura Folgueira, Martha Lopes, Paola Deodoro, Marcela Ceribelli

Laura Folgueira e Martha Lopes fundadoras do movimento literário #KdMulheres. As duas são autoras e tradutoras e criaram o KD a partir de um desconforto em 2014: onde estavam as mulheres na programação da Flip (Festa Literária Internacional de Paraty)? Diante desse questionamento, um grupo de mulheres seguiu para Paraty, propôs um debate em praça pública, panfletou e lançou uma fanzine com textos produzidos por mulheres. O que começou com uma provocação logo se estruturou como um coletivo que desenvolve ações a fim de promover visibilidade e empoderamento para mulheres que escrevem ou querem escrever.; Paola Deodoro, editora de beleza da Marie Claire. Vamos abordar no talk a mudança significativa de posicionamento da publicação com uma abordagem mais empática e diversa em seus conteúdos e os resultados sentidos pela revista em relação a isso. Esse sentimento teve como ponto de partida com o conteúdo produzido online? Pq essa decisão foi tomada? Na editoria de beleza quais são as demandas por diversidade de fontes e representatividade? ; Marcela Ceribelli, CEO e Diretora Criativa da Obvious Company, a Obvious é uma plataforma de conteúdo com narrativas femininas que faz planos de criação de conteúdo pra marcas (como Melissa, Puma, Ipanema, etc) e tem um instagram com engajamento altíssimo que aborda temas femininos sob uma ótica sensível e questionadora.



Level:

Beginner

Comments

Remember that to comment you must participate in the activity.

About this activity