Cookies disclaimer

I agree This website or its third party tools use cookies, which are necessary to its functioning and required to achieve the purposes illustrated in the cookie policy. If you want to know more or withdraw your consent to all or some of the cookies, please refer to the cookie policy. By closing this banner, scrolling this page, clicking a link or continuing to browse otherwise, you agree to the use of cookies.

Campuse.ro
Como conectar o cérebro com um Arduino #CPNatal2 #COMUNIDADEDUMONTHACKERSPACE
Como conectar o cérebro com um Arduino   #CPNatal2 #COMUNIDADEDUMONTHACKERSPACE
Talk: Como conectar o cérebro com um Arduino #CPNatal2 #COMUNIDADEDUMONTHACKERSPACE Technology
More Information
Description:

Em 1980, no filme Star Wars: O Império Contra-Ataca, o mestre Yoda ensina Luke a levantar sua nave com o poder da mente. Hoje, em 2019, quão longe estamos dessa realidade? Com o avanço da neuroengenharia, fatos que antes eram ficção, hoje em dia tornaram-se plausíveis. Só que, atualmente, a única força que temos disponível para controlar coisas com a mente, só pode ser acessada com a ajuda de softwares e componentes de hardware, os quais nos auxiliam a interagir com o meio. Ainda não conseguimos ouvir os pensamentos, por exemplo, mas podemos identificar quando algum

pensamento específico está ocorrendo. Assim, é possível controlar dispositivos robóticos, como próteses, órteses, exoesqueletos ou avatares em ambientes de realidade virtual. Uma das formas de alcançar esse objetivo é “ouvindo as vozes” de vários neurônios a partir de

uma Interface Cérebro-Máquina (ICM), como a eletroencefalografia (EEG), por exemplo. Mas esse sinal precisa, antes, ser tratado, para retirar ruídos externos e para identificar características específicas do sinal, que permitam controlar dispositivos externos. Para isso,

podemos contar com o auxílio do software de código aberto OpenVibe (OV). Já quanto ao hardware, podemos destacar a utilização de plataformas de hardware livre versáteis como as placas Arduino. A comunicação do cérebro com um Arduino, por meio do OV, abre precedentes para a elaboração de uma infinidade de projetos, que podem auxiliar desde pacientes a jogadores entediados, que querem uma experiência de realidade virtual mais fidedigna. Nessa palestra, iremos detalhar o passo a passo para comunicar o cérebro com um Arduino. Assim, esperamos incentivar mentes criativas a desenvolver seus próprios projetos e contribuir para a neuroengenharia.



 



Obs: Localize a bancada especial dentro da Arena visualizando um  totem com o nome e logo da comunidade.



Speakers:

Rommel Soares de Araújo -

Formado em Engenharia Mecânica pela UFRN e mestre em Neuroengenharia pelo Instituto Santos Dumont, sempre fui apaixonado por neurociências. Durante meu mestrado desenvolvi um exoesqueleto robótico para reabilitação da mão de pacientes com AVC. Desenvolvi o projeto com softwares abertos e com a boa e velha plataforma Arduino. Também desenvolvi uma uma interface cérebro-máquina (ICM) para enviar comandos cerebrais para um arduino que controlava os atuadores do exoesqueleto. Sou apaixonado por divulgação científica e quero incentivar outras pessoas a desenvolver projetos nessa área. Na conversa que pretendo ter durante o evento, quero por tudo isso em prática.


Level:

Beginner

Comments

Remember that to comment you must participate in the activity.

About this activity