Cookies disclaimer

I agree Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies, que são necessários para seu funcionamento e necessários para alcançar os propósitos ilustrados na política de cookies. Se quiser saber mais ou retirar o seu consentimento para todos ou alguns dos cookies, consulte a política de cookies. Ao fechar este banner, deslocando esta página, clicando em um link ou continuando a procurar de outra forma, você concorda com o uso de cookies.

Campuse.ro
Aplicativos de Governo Utilizados nas Cidades Digitais – Programação e Inovação #CPWeekendPatoBranco
 Aplicativos de Governo Utilizados nas Cidades Digitais – Programação e Inovação #CPWeekendPatoBranco
Talk: Aplicativos de Governo Utilizados nas Cidades Digitais – Programação e Inovação #CPWeekendPatoBranco Technology
Mais informações
Descrição:

Os atuais modelos de gestão pública impõem cada vez mais a necessidade de ganho de eficiência com baixo investimento, o que implica em novas formas de gerir recursos. As aplicações voltadas para eGOV vem apresentando soluções inovadoras para o uso das tecnologias da informação no setor público, oferecendo serviços com mais qualidade, transparência e eficiência.Nesse sentido, o MCTIC vem adotando medidas para melhoria dos serviços públicos municipais em seus Projetos de Inclusão Digital.



Um exemplo da capacidade de melhoria da gestão pública pode ser observado no Programa de Cidades Digitais. O objetivo do programa é modernizar a gestão, ampliar o acesso aos serviços públicos e promover o desenvolvimento dos municípios brasileiros por meio da tecnologia. Para isso, atua nas seguintes frentes:



Construção de redes de fibra óptica que interligam os órgãos públicos locais; Capacitação de servidores municipais para uso e gestão da rede; Oferta de pontos de acesso à internet para uso livre e gratuito em espaços públicos de grande circulação, como praças, parques e rodoviárias; Disponibilização de aplicativos de governo eletrônico para as prefeituras, onde podemos destacar os seguintes aplicativos:Urbem - É um software de gestão governamental gratuito, que objetiva a desburocratização e compartimentação de informações públicas de forma automatizada visando normatizar processos da administração municipal. A tecnologia é baseada em nuvem (cloud), tornando o acesso simples e seguro. Pode ser acessado de qualquer dispositivo como computadores, tablets ou smartphones, assim, utiliza de forma colaborativa e materializa a coleta de dados que é distribuída de acordo com perfil de cada departamento.Agendador de Serviços Públicos - O aplicativo Agendador foi desenvolvido para viabilizar a automatização do agendamento dos atendimentos com hora marcada em órgãos públicos, permitindo que uma prefeitura crie, por exemplo, horários de atendimento para médicos em postos de saúde.



SIMMC - O Sistema Integrado de Monitoramento do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - SIMMC reúne um conjunto de informações pertinente aos Pontos de Inclusão Digital, no âmbito dos Projetos de Inclusão Digital do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.Foi desenvolvido pelo Centro de Computação Científica e Software Livre (C3SL) – grupo de pesquisa do Departamento de Informática da Universidade Federal do Paraná. O sistema foi reconhecido pela CGU, vtendo vencido o 3º Concurso de Boas Práticas da CGU, na categoria Promoção da Transparência Ativa ou Passiva. Estruturado dentro do conceito de software livre, o sistema pode ser auditado e também utilizado por outro órgão público que tenha uma política análoga à do Ministério.O SIMMC acompanha à distancia, e em tempo real, as informações de implantação e funcionamento dos Pontos de Inclusão Digital - PIDs. O Sistema é aberto e pode ser visto pela internet por meio do endereço: simmc.c3sl.ufpr.br, assim como todos os projetos desenvolvidos pelo C3SL, o Sistema é um software livre, ou seja, ainda permite a liberdade de execução, estudo, adaptação, redistribuição e aperfeiçoamento da ferramenta por quaisquer outros órgãos.



Objetivo da Mesa



Realizar uma abordagem sobre possíveis soluções de apoio à gestão pública com foco no relacionamento com a sociedade, por meio do uso de aplicativos de Governo Eletrônico, visando fomentar o empreendedorismo, a transparência e a melhoria do relacionamento entre a administração pública e a sociedade.



Palestrantes:

Eloá Jane Fernandes Mateus



Possui graduação em Engenharia Elétrica Ênfase Eletrônica pela Universidade Federal do Paraná (1985) e mestrado em Educação pela Universidade Estadual de Londrina (2000). Atualmente é Coordenadora-Geral de Infraestrutura, Sistemas e Formação no Departamento de Inclusão Digital no Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. É professora do Instituto Federal do Mato Grosso do Sul, campus Nova Andradina. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Administração de Unidades Educativas, tendo atuado como Diretora de Geral do campus Nova Andradina. Foi também coordenadora de cursos de graduação por mais de 10 anos. Como consultora de TI, participou de projetos de desenvolvimento de softwares aplicativos. Atua principalmente nos seguintes temas: Coordenação executiva do Projeto Cidades Digitais e Inteligentes, TIC e educação, desenvolvimento de software aplicativo, sistemas de informação, bancos de dados e tecnologia da informação.



Nível:

Iniciante

Comentários

Lembre-se que para comentar você deve participar da atividade.

Sobre esta atividade